quinta-feira, 9 de outubro de 2014

A Dor que moí e queima sem se ver...

A vontade moí, a dor quer aumentar de intensidade e as lágrimas querem se libertar...
Não aguento mais ser forte o tempo todo... parece que tudo está contra mim, que tudo quer o meu mal...
Será que nunca vou ter um pouco de paz... compreensão, amor?
Tou cansada de fazer tudo pelos outros, de trazer felicidade aos outros e sempre que trato de mim ou tento seguir os conselhos que dou ás outras pessoas nada me corre bem...
Começo a achar que o problema é mesmo meu... Será que sou assim tão antiquada por querer amor e não SEXO? Será que sou assim tão antiquada por quer momentos de troca de carinho, de querer ser feliz com alguém, de querer me sentir amada?
Acredita que chego a um ponto que não sei o que fazer à minha vida... Não sei se ignorar, se deva chorar, gritar... mas acabo sempre por sorrir e seguir a vida sozinha...
Não quero voltar a isolar-me... Não quero voltar a fechar-me no meu canto e sofrer sozinha e a engolir o choro ...
Ninguem compreende ... Ninguém compreenderá!

Sem comentários: